A IMPORTÂNCIA DA IGREJA

A IMPORTÂNCIA DA IGREJA
Compartilhar

[75 ANOS DA SIB EM GOIÂNIA]

Msg. 01

JUBILEU DE BRILHANTE

Dia 18, terça-feira passada, nossa igreja completou 75 anos de organização. O Jubileu de Brilhantefoi comemorado nos dias 14, 15 e 16 de junho, final de semana passado. Na ocasião, recebemos o pastor Judiclay Santos, titular da Igreja Batista do Jardim Botânico no Rio. Os que participaram podem testemunhar a grande bênção que foram os cultos e as exposições bíblicas (estão todas no site e no nosso canal no YouTube).

Mas a festa não para! Hoje nós nos reunimos aqui, agora pela manhã e, Deus permitindo, também reuniremos à noite (e domingo que vem!), para darmos prosseguimento à esta celebração tão singular. Afinal, são 75 anos de história!

Meu objetivo é tecer algumas consideração sobre o que sonho e pelo que suarei a camisa nos próximos anos que o Senhor me permitir viver aqui para pastoreá-los. Estudaremos dois textos bíblicos muito especiais do profeta Isaías, um deles, inclusive, está cravado na faxada do templo, dentro da Bíblia aberta que decora a frente da igreja na Avenida 24 de Outubro aqui em Campinas. Estamos falando de Isaías 55.3, que leio na versão bíblica Almeida Século 21 (pois é a que se aproxima da versão utilizada na faxada do templo): “Inclinai os ouvidos e vinde a mim; ouvi, e a vossa alma viverá”. Este texto nós reservamos para a semana que vem (desejando o Senhor).

O texto da manhã e da noite de hoje (ocasião em que receberemos o Coral da Primeira Igreja Batista em Goiânia, a igreja que nos organizou) está em Isaías 54.1-3. Assim, o tema da manhã é A importância da igrejae o da noite será O futuro glorioso da igreja(Is 54.1-3). Semana que vem, querendo Deus, será O convite gracioso de Deus(Is 55.3).

A IMPORTÂNCIA DA IGREJA

Isaías 54.1-3

(Nova Almeida Atualizada 2017 — NAA) 1“Cante, ó estéril, você que não deu à luz; exulte e grite de alegria, você que nunca sentiu dores de parto! Porque os filhos da mulher solitária são mais numerosos do que os filhos da casada”, diz o Senhor. 2“Alargue o espaço de sua tenda e aumente o toldo de sua habitação; não o impeça; alongue as cordas e firme bem as estacas. 3Porque você se expandirá para a direita e para a esquerda; a sua posteridade possuirá as nações e fará com que se povoem as cidades arrasadas.”

POR QUE SE IMPORTAR?

A Igreja de Cristo recebeu, do próprio Deus, a promessa de um futuro glorioso. Não poderia ser diferente, pois está edificada “sobre o fundamento dos apóstolos e profetas, sendo ele mesmo, Cristo Jesus, a pedra angular [o alicerce ou fundamento]”(Ef 2.20, NAA). Além do quê, é o próprio Cristo quem edifica a Igreja, e dessa forma “as portas do inferno não prevalecerão contra ela”(Mt 16.18, NAA).

A Segunda Igreja Batista em Goiânia, portanto, em permanecendo sobre este fundamento — as Escrituras focadas no evangelho, e vivendo em santidade pela graça, mediante a fé na vida e na obra de Cristo —, tem assegurado para si um futuro glorioso, até que Cristo volte para buscar a Igreja.

Mas por que se importar com isto, com o futuro glorioso da igreja? Igreja não salva, não é mesmo? Então por que se importar com o futuro da igreja?

O cristão é alguém que se reconciliou com o povo de Deus. É alguém que, pela virtude de sua reconciliação com Deus foi reconciliado também com o povo de Deus:

1Co 12.12-13 (NVT)12O corpo humano tem muitas partes, mas elas formam um só corpo. O mesmo acontece com relação a Cristo. 13Alguns de nós são judeus, alguns são gentios, alguns são escravos e alguns são livres, mas todos nós fomos batizados em um só corpo pelo único Espírito, e todos recebemos o privilégio de beber do mesmo Espírito.

Ef 4.1-6 (NVT)1Portanto, como prisioneiro no Senhor, suplico-lhes que vivam de modo digno do chamado que receberam. 2Sejam sempre humildes e amáveis, tolerando pacientemente uns aos outros em amor. 3Façam todo o possível para se manterem unidos no Espírito, ligados pelo vínculo da paz. 4Pois há um só corpo e um só Espírito, assim como vocês foram chamados para uma só esperança. 5Há um só Senhor, uma só fé, um só batismo, 6um só Deus e Pai de tudo, o qual está sobre todos, em todos, e vive por meio de todos.

Assim é que o Novo Testamento nunca retrata o cristão como alguém que existe fora da comunhão da igreja. Mark Dever escreveu como se lê:

Quando alguém se torna um cristão, ele não se une a uma igreja local porque seja um hábito convencionado pelos homens, pois contribui para a maturidade espiritual. Ele se une a uma igreja local porque isso é a expressão daquilo em que Cristo o tornou: um membro de seu corpo. Estar unido a Cristo implica estar unido a todos os cristãos. Contudo, essa união universal precisa ter uma existência viva e atuante em uma igreja local.

Importar-se e se comprometer com uma igreja local, portanto, é o resultado natural de se tornar cristão, pois, de fato, confirma aquilo que Cristo fez: reconciliou-nos consigo mesmo e uns com os outros através de Cristo. Logo, se alguém, dizendo-se cristão, não tem qualquer interesse em se comprometer verdadeiramente com um grupo local de cristãos que ensinam a Bíblia e creem no evangelho e buscam viver e compartilhar o evangelho, deve perguntar a si mesmo se, de fato, pertence ao corpo de Cristo.

Na cabeça do autor de Hebreus, por exemplo, a vida sem a comunhão ativa e intencional na igreja local era algo impensável. Ouça (Hb 10.23-25, NVT):

23Apeguemo-nos firmemente, sem vacilar, à esperança que professamos, porque Deus é fiel para cumprir sua promessa. 24Pensemos em como motivar uns aos outros na prática do amor e das boas obras. 25E não deixemos de nos reunir, como fazem alguns, mas encorajemo-nos mutuamente, sobretudo agora que o dia está próximo.

Importamo-nos com o futuro glorioso da igreja porque nela vivemos para a glória de Deus e dela precisamos para perseverar em santidade até chegamos na glória dos Céus.

O FUTURO GLORIOSO DA IGREJA

O que lemos sobre o futuro glorioso da Igreja em Isaías 54.1-3é encantador e nos servirá tanto de encorajamento como de exortação para os próximos 75 anos ou até Cristo voltar para buscar sua Igreja gloriosa. Estamos falando de (1) um futuro antecipado com alegria(v. 1); (2) um futuro alavancado pela ação(v. 2); e (3) um futuro abençoado em alcance(v. 3). Nosso futuro, Segunda Igreja Batista em Goiânia, é um futuro de alegria, açãoe alcance. Veremos um de cada vez hoje à noite (querendo Deus).

CARTÃO DO CONQUISTADOR DE ALMAS

         Elaboramos um cartão alvo com a intenção de incentivá-los a orar por almas e agir para conquistar almas para Cristo. Batizamos este cartão com o nome de Cartão do Conquistador de Almas. Nosso objetivo é frutificar, gerar filhos espirituais, alargar o espaço de nossa tenda e aumentar o toldo de nossa habitação (Is 54.1-2).

S.D.G. L.B.Peixoto

Compartilhar

Mensagens Recentes