RESOLUÇÕES PARA VIVER E MORRER BEM

RESOLUÇÕES PARA VIVER E MORRER BEM
Compartilhar

RESOLUÇÕES PARA VIVER E MORRER BEM

Salmo 71

14Eu, porém, continuarei a esperar em ti e te louvarei cada vez mais. 15Falarei a todos de tua justiça; o dia todo, anunciarei tua salvação, embora não seja habilidoso com as palavras.

PREPARE-SE PARA SE ENCONTRAR COM JESUS

Dicas de como viver bem são abundantes. Afinal, todo mundo quer viver bem. Quem não quer? E morrer bem? Quantos pensam em morrer bem? Deixe-me postar a questão de outra forma: Quantos vivem para Cristo e se preparam para se encontrar com Cristo? Sim, pois viver bem é viver em Cristo e para Cristo; e morrer bem é estar preparado para encontrá-lo face a face após a morte.

Pastor! Hoje é dia das mães! Não teria uma mensagem mais positiva, agradável e inspiradora para pregar? Entendo que não poderia ser mais apropriado o tema proposto para esta data, por pelo menos duas razões: (1) O que poderia ser mais encorajador do que apresentar resoluções que possam ensinar a arte do bem viver e do bem morrer? (2) O que é a maternidade senão, dentre outras coisas, ensinar o filho no caminho em que deve andar (Pv 22.6) — em outras palavras: ensiná-lo a viver e a morrer bem?

Pois bem, nesta manhã do Dia das Mães, eu volto a chamar sua atenção para o Salmo 71. Pretendo apresentá-los algumas resoluções para viver e morrer bem; e, em as apresentando, apontar algumas prioridades que os pais (tanto a mãe como o pai) devem ter na criação de seus filhos, preparando-os para se encontrar com Jesus Cristo.

Se você deseja se aprofundar no estudo deste salmo, consulte nosso site na internet (sibgoiania.org) ou nosso canal no YouTube (Pr Leandro B Peixoto) e procure pelas duas mensagens anteriores pregadas no Salmo 71. São elas, respectivamente: Saber envelhecer(28/04/19) e Oração do idoso(05/05/19).

Vamos lá… quais são as resoluções que este salmo nos apresenta para viver e morrer bem? O que nós, pais, deveríamos priorizar no ensino e na educação de nossos filhos, de forma a prepará-los para viver e morrer bem e se encontrar com Jesus Cristo?

1 RESOLVA REFUGIAR-SE EM DEUS, EM VEZ DE SE ABATER DIANTE DOS PROBLEMAS

1Em ti, SENHOR, me refugio;

A fraqueza da velhice (v. 9), a perseguição dos inimigos (vs. 4, 10, 13 e 24) e a solidão (vs. 11-12) fizeram o homem segundo o coração buscar refúgio em Deus, em vez de se abater diante dos problemas.

Não é preciso viver o bastante para descobrir que na vida o que não nos falta são problemas. E eles nos abatem! Davi, no entanto, procurou o refúgio, certo de que Deus é nosso refúgio e fortaleza, uma ajuda sempre presente na angústia (Sl 46.1).

Quando nos esquecemos de que estamos seguros em Deus, de que nele nós temos refúgio, é natural começarmos a nos ofender e abater e buscar refúgio noutras coisas ou pessoas. Não seja assim com você. Resolva não se abater. Resolva refugiar-se em Deus.

2 RESOLVA LEMBRAR-SE COM ADMIRAÇÃO E GRATIDÃO AS MILHARES DE VEZES EM QUE DEUS VEIO AO SEU SOCORRO DESDE O VENTRE DE SUA MÃE

5Só tu, Senhor, és minha esperança; confio em ti, SENHOR, desde a infância. 6Sim, de ti dependo desde meu nascimento; cuidas de mim desde o ventre de minha mãe. Sempre te louvarei! […] 17Ó Deus, desde a infância me tens ensinado, e até hoje anuncio tuas maravilhas.

A graça de Deus pode ser comparada a um rio que flui das promessas da graça futura de Deus para todos os dias de nossa vida; rio que se derrama no presente na forma de cascata de realizações e se reúne em um reservatório cada vez maior de graça passada que nos abasteceram. E quando olhamos para trás, devemos nos encher de gratidão. E quando olhamos para frente, a gratidão deve se transformar em poderosa esperança.

Portanto, resolva lembrar-se com admiração e gratidão as milhares de vezes em que Deus veio ao seu socorro desde o ventre de sua mãe.

3 RESOLVA FALAR MAIS E MAIS COM DEUS A RESPEITO DA GRANDEZA DELE, ATÉ QUE NÃO HAJA MAIS ESPAÇO EM SUA BOCA PARA A MURMURAÇÃO

6[…] Sempre te louvarei! […] 14Eu, porém, continuarei a esperar em ti e te louvarei cada vez mais.

Quanto mais vivermos, mais deveremos louvar. Isso não é incrível? Mas nós somos tão propensos a pensar em nossos poderes minguantes e desanimar e murmurar! No entanto, para os filhos de Deus, o dia vai ficando mais e mais cheio e brilhante na medida em que se envelhece. A morte, em Cristo, nos encherá de êxtase, pois partiremos para “estar com Cristo, o que é incomparavelmente melhor” (Fl 1.23).

Ah! Se conseguíssemos manter diante de nós essa maravilhosa realidade! Viveríamos cada dia com louvor ainda maior nos lábios. Afinal, “os sofrimentos do tempo presente não podem ser comparados com a glória a ser revelada em nós” (Rm 8.18). Por isso, resolva falar mais e mais com Deus a respeito da grandeza dele, até que não haja mais espaço em sua boca para a murmuração.

4 RESOLVA SER UMA PESSOA DE ESPERANÇA ROBUSTA, IMBATÍVEL E QUE NÃO CEDE AO DESESPERO, MESMO DIANTE DOS PIORES MOMENTOS

14Eu, porém, continuarei a esperar em ti e te louvarei cada vez mais.

Esta será uma grande batalha para todos nós. Se vivermos o bastante, chegaremos ao ponto em que nos sentiremos inúteis, impotentes ou fracos para fazer qualquer coisa. E a tentação ao desespero será enorme. Mas o velho Davi resolveu consigo mesmo diante de Deus (Sl 71.14): “Eu, porém, continuarei a esperar em ti e te louvarei cada vez mais”.

Pedro, o apóstolo, poderia complementar e dizer (1Pe 1.13):

Preparem sua mente [cingindo a mente, cercando a mente, protegendo a mente] para a ação e exercitem o autocontrole [sejam sóbrios]. Depositem toda a sua esperança na graça que receberão quando Jesus Cristo for revelado.

Jesus acrescentaria: “Ore sempre e nunca desanime” (Lc 18.1). E Paulo sabia exatamente qual é o perigo de viver o bastante e envelhecer sem esperança (2Co 4.16-18):

16Por isso, nunca desistimos. Ainda que nosso exterior esteja morrendo, nosso interior está sendo renovado a cada dia. 17Pois estas aflições pequenas e momentâneas que agora enfrentamos produzem para nós uma glória que pesa mais que todas as angústias e durará para sempre. 18Portanto, não olhamos para aquilo que agora podemos ver; em vez disso, fixamos o olhar naquilo que não se pode ver. Pois as coisas que agora vemos logo passarão, mas as que não podemos ver durarão para sempre.

Portanto, resolva ser uma pessoa de esperança robusta, imbatível e que não cede ao desespero, mesmo diante dos piores momentos.

5 RESOLVA SAIR DE SUA ZONA DE CONFORTO PARA ENCONTRAR PESSOAS ÀS QUAIS PROCLAMAR A SALVAÇÃO DO SENHOR

15Falarei a todos de tua justiça; o dia todo, anunciarei tua salvação, embora não seja habilidoso com as palavras. 16[…] contarei a todos que somente tu és justo. […] 18[…] Deixe-me proclamar tua força a esta nova geração, teu poder a todos que vierem depois de mim.

A vida, com sua rotina e pressão e problemas e estresse e tudo mais tende a nos cercar numa zona de conforto, onde não achamos tempo ou espaço para ir às pessoas a a elas anunciar a salvação do SENHOR. Não pode ser assim. A ordem de Jesus é também para os pais repassarem, com vida e voz, a seus filhos (Mt 28.19-20):

19Portanto, vão e façam discípulosde todas as nações, batizando-os em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. 20Ensinem esses novos discípulosa obedecerem a todas as ordens que eu lhes dei. E lembrem-se disto: estou sempre com vocês, até o fim dos tempos.

Resolva sair de sua zona de conforto para encontrar pessoas às quais proclamar a salvação do SENHOR.

6 RESOLVA SEMPRE SE LEMBRAR DE QUE HÁ COISAS GRANDIOSAS SOBRE DEUS QUE ESTÃO MUITO ACIMA DE NOSSA IMAGINAÇÃO E QUE, EM BREVE, NÓS AS CONHECEREMOS

18[…] teu poder […] 19[E a] Tua justiça, ó Deus, chega até os mais altos céus; tens feito coisas grandiosas. Quem se compara a ti, ó Deus?

Sempre haverá coisas que estão acima, muito acima de nossa compreensão, tanto boas como ruins. Nós não somos Deus. Então, permitamos que Deus seja Deus e esperemos pacientemente (1Co 13.12):

Agora vemos de modo imperfeito, como um reflexo no espelho, mas então veremos tudo face a face. Tudo que sei agora é parcial e incompleto, mas conhecerei tudo plenamente, assim como Deus já me conhece plenamente.

Esse tipo de mentalidade nos enche de esperança e nos ensina a viver com a imaginação aguçada, com olhos bem abertos para enxergar as maravilhas de Deus. Portanto, resolva sempre se lembrar de que há coisas grandiosas sobre Deus que estão muito acima de nossa imaginação e que, em breve, nós as conheceremos.

7 RESOLVA VIVER NA FORÇA DA ALEGRIA DO SENHOR

Impressionante, pois em muitas de nossas igrejas, o já idoso Davi, não se sentiria tão confortável por causa do estereótipo imposto pelos irmãos — de que não é apropriado para ninguém, especialmente para idosos, expressar alegria de forma entusiasmada. Ouça como seria um momento ao lado de Davi no período de louvor:

22Então te louvareicom instrumento de cordas, pois és fiel às tuas promessas, ó meu Deus. Cantareilouvores a ti com a harpa, ó Santo de Israel. 23Darei gritosde alegria e cantarei louvores a ti, pois tu me resgataste. 24Anunciarei, o dia todo, teus feitos de justiça, […]

É bem verdade que tem havido uma extrapolação do sentido de alegria, inclusive na vida dos idosos. Basta que se veja os anúncios ou comerciais que os têm atuando. A maioria deles envolve algum tipo de trivialidade, vulgaridade e irresponsabilidade que não condiz com ninguém em qualquer fase da vida. Não é mesmo? Agora, todos esses comerciais nos chamam a atenção para uma grande verdade: os idosos também devem se alegrar. Mas que seja com os conteúdos e motivos eternamente apropriados.

Davi, por exemplo, toca, canta, grita de alegria e anuncia os feitos de Deus, sempre motivado pelas promessas do SENHOR (v. 22), feliz pelo resgate recebido do SENHOR (v. 23) e agradecido pela justiça do SENHOR (v. 24). Que seja assim a nossa vida: resolva viver na força da alegria do SENHOR.

RESOLUÇÕES PARA VIVER E MORRER BEM

Eis, portanto, algumas resoluções para viver e morrer bem. São para nós e devem ser repassadas aos nossos filhos. Minha oração é que você — do menor ao maior, do mais novo ao mais velho que me ouve:

  1. RESOLVArefugiar-se em Deus, em vez de se abater diante dos problemas;
  2. RESOLVAlembrar-se com admiração e gratidão as milhares de vezes em que Deus veio ao seu socorro desde o ventre de sua mãe;
  3. RESOLVAfalar mais e mais com Deus a respeito da grandeza dele, até que não haja mais espaço em sua boca para a murmuração;
  4. RESOLVAser uma pessoa de esperança robusta, imbatível e que não cede ao desespero, mesmo diante dos piores momentos;
  5. RESOLVAsair de sua zona de conforto para encontrar pessoas às quais proclamar a salvação do SENHOR;
  6. RESOLVAsempre se lembrar de que há coisas grandiosas sobre Deus que estão muito acima de nossa imaginação e que, em breve, nós as conheceremos
  7. RESOLVAviver na força da alegria do SENHOR.

Afinal (Sl 71.20):

Permitiste que eu passasse por muito sofrimento, mas ainda restaurarás minha vida e me farás subir das profundezas da terra.

Não desanime!

1Ts 5.9-11 |9Porque Deus decidiu nos salvar por meio de nosso Senhor Jesus Cristo, em vez de derramar sua ira sobre nós. 10Cristo morreu por nós para que, quer estejamos despertos, quer dormindo, vivamos com ele para sempre. 11Portanto, animem e edifiquem uns aos outros, como têm feito.

S.D.G. L.B.Peixoto

Compartilhar

Mensagens Recentes