Satanás impede as disciplinas espirituais


Satanás nos faz enfocar o quanto é difícil praticar as disciplinas espirituais. Ele nos desanima de perseverar em oração, no estudo bíblico, na comunhão com os crentes e em santidade. Ele planta a ideia de que é melhor negligenciarmos essas disciplinas por completo, se não as fizermos de maneira rotineira e satisfatória.

Contrabalanceie esse raciocínio satânico e abalador ao focar a ordem de Deus de usar as disciplinas espirituais. Leia diariamente as Escritura, diligentemente, sistematicamente e em oração. Medite regularmente nas verdades da Escrituras, pois uma meditação disciplinada provê recursos internos dos quais nos beneficiamos (Sl 77.10–12). Ore sem cessar, em comunhão regular com os crentes, santificando o dia do Senhor, testemunhando a seus vizinhos. Lembre os benefícios das disciplinas espirituais. Praticar as disciplinas espirituais pode às vezes parecer difícil, mas o Espírito Santo abençoa o seu uso. Por meio da oração, estudo bíblico, comunhão com os crentes, e outras disciplinas, exaltamos e temos prazer em Deus, encontramos e assumimos Cristo, acendemos nosso amor, estabelecemos nosso pensamento, e mantemo-nos longe do pecado. Nossas fracas graças são fortalecidas, nossos tênues consolos são reavivados, nossos temores são dissipados, e nossas esperanças se renovam. A prática das disciplinas espirituais promove a piedade em toda área de nossa vida. Olhemos mais para a coroa do que para nossas dificuldades, mais para a glória futura do que o presente sofrimento. Lembremos que se tivermos muitos benefícios pelo uso das disciplinas espirituais neste deserto terrestre, ainda obteremos muito mais no céu. O céu será muito mais do que fazer compensar de todo o trabalho envolvido na manutenção das disciplinas espirituais.

Satanás aflige nossa mente com pensamentos vãos para nos distrair de buscar a Deus mediante as disciplinas espirituais. Tais ataques podem ser tão graves e perplexos que ficamos cansados de cumprir os deveres.

Ao nos aproximarmos de Deus, temos de focar na sua majestosa santidade. Confessemos a ele nosso pecado de ceder a pensamentos que vagueiam, dizendo a Deus que nos aborrecemos de tais distrações. Então, resistimos na força do Espírito, e prosseguimos com as disciplinas espirituais.

Temos de implorar a Deus por força para deixar de lado os cuidados do mundo. Peçamos a ele que nos encha cada vez mais das verdades celestiais e eternas. Esforcemo-nos por um grande, crescente e amplo conhecimento de Deus, mantendo o foco nas disciplinas espirituais e não nos cuidados deste mundo.

Martinho Lutero disse que queria que o diabo ouvisse que ele estava tão sério quanto a manter a comunhão com Deus, que praticava as suas disciplinas espirituais em voz alta. Disse ele que a oração “vocal” “manda embora para longe o diabo”, pois “o diabo não suporta a leitura da Palavra de Deus”. Falar em voz audível ajuda-nos a concentrar o pensamento.

Texto extraído e adaptado do livro:
Lutando contra Satanás, págs. 111 a 113, escrito por
Joel R. Beeke. Editora Fiel.

Compartilhar

Textos Recentes